Dúvidas Frequentes

  1. O que faz o Escritório USP Mulheres?

Criado em 2016, o Escritório USP Mulheres tem como finalidade propor e implementar iniciativas e projetos voltados à igualdade de gêneros no âmbito da Universidade de São Paulo. Para tal finalidade, o Escritório é o responsável pela coordenação do relacionamento entre a Administração da Universidade e a comunidade de docentes, discentes, servidores técnicos e administrativos e público em geral que frequenta os campi da USP.

Veja aqui a Portaria GR Nº 6766 que instituiu o Escritório


  1. Quais são as áreas de atuação do Escritório USP Mulheres?

No final de 2019, o trabalho do Escritório USP Mulheres foi reestruturado em três áreas de atuação: Comunicação, Pesquisas e Programas, além da manutenção da parceria com a ONU Mulheres. A área de Comunicação concentra-se nas atividades de construção de materiais de cunho educativo, manutenção dos canais de comunicação (página na internet e redes sociais) e também estabelecimento de parcerias institucionais diversas. Na área de Pesquisas, é desenvolvido o trabalho de apuração de dados que subsidiem a tomada de decisão dos trabalhos desenvolvidos pelo Escritório e, também, presta um serviço ao público interno e externo à Universidade com a disponibilização de dados e informações de qualidade. A área de Programas visa elaborar, articular, implementar e acompanhar ações concentradas em dois eixos de atuação: o enfrentamento à violência de gênero e a promoção da igualdade.


  1. Gostaria de conhecer o Escritório USP Mulheres. Como faço?

Caso queira conhecer e conversar sobre o trabalho do Escritório USP Mulheres no que diz respeito a dados, pesquisas e programas de promoção da igualdade de gênero no âmbito institucional da Universidade de São Paulo, entre em contato e apresente a sua questão: uspmulheres@usp.br. Nós estamos abertos a ouvir você.


  1. Sou jornalista e estou preparando uma matéria sobre temas relacionados a gênero. O Escritório USP Mulheres possui pesquisadores para entrevistas ou faz a mediação com fontes da Universidade? Como devo entrar em contato?

A equipe do Escritório USP Mulheres pode contribuir de uma maneira mais específica sobre dados, pesquisas e programas de promoção da igualdade de gênero no âmbito institucional da Universidade de São Paulo.

Para tratar sobre assuntos relacionados a gênero, nas suas mais diversas áreas ou interfaces, indicamos nomes de pesquisadoras e pesquisadores da Universidade, tanto docentes quanto pós-graduandos e pós-doutorandos, em atividade ou que já tenham encerrado suas pesquisas.

Para solicitar um agendamento de entrevista, entre em contato pelo e-mail comunica.uspmulheres@usp.br, informando: 

  • Nome
  • Veículo / Instituição
  • Telefone
  • Prazo para entrevista
  • Tipo de entrevista (e-mail, telefone, presencialmente ou convite para participação em debate/programa)
  • Nome do pesquisador solicitado (Caso já saiba quem gostaria de entrevistar)
  • Detalhes da pauta (Descreva resumidamente sua pauta, dando detalhes relevantes para o agendamento da entrevista)

Caso deseje pesquisar um assunto ou localizar o trabalho de um pesquisador da USP, acesse as ferramentas abaixo:

Caso já saiba quem gostaria de entrevistar, entre em contato com a assessoria de imprensa da unidade à qual o pesquisador está vinculado:


  1. Gostaria de contar com o USP Mulheres para a divulgação de um evento. Como posso fazer?

O Escritório USP Mulheres divulga, além dos seus próprios eventos, aqueles cuja temática envolva questões de gênero, organizados pelos órgãos centrais e pelas unidades da USP ou que tenham entre os seus participantes estudantes, docentes e pesquisadores da instituição.  Por fazer parte do programa ElesPorElas, também divulga a agenda da ONU Mulheres e outras campanhas de caráter institucional. Nos contate pelo e-mail comunica.uspmulheres@usp.br, caso tenha alguma dúvida. 


  1. O Escritório USP Mulheres oferece algum tipo de atendimento ou serviços para mulheres vítimas de violência?

Na condição de órgão assessor da Reitoria, a atuação do Escritório USP Mulheres trata da proposição e implementação de políticas de enfrentamento à violência e promoção da igualdade de gênero e, sendo assim, não realiza atendimentos de nenhuma natureza. Entretanto, o Escritório busca articular e fortalecer uma rede de assistência para as mulheres da comunidade USP que tenham vivido situações de violência de gênero, humilhações e discriminações.


  1. Sou mulher da comunidade USP (aluna, professora ou funcionária). Como posso registrar uma denúncia de violência de gênero?

Se você viveu uma situação de violência, humilhação ou discriminação no âmbito da USP e deseja que a Universidade averigue e tome as medidas administrativas cabíveis, é preciso formalizar uma denúncia. Isso pode ser feito junto à Comissão de Direitos Humanos da sua unidade ou da unidade onde aconteceu a violação de direitos. Caso não haja uma Comissão de Direitos Humanos local, as denúncias podem ser encaminhadas diretamente à direção da unidade por escrito. Outras possibilidades de formalização são as ouvidorias locais ou a Ouvidoria Geral da USP. Para maiores orientações, veja a cartilha Violência de Gênero na Universidade: onde buscar ajuda?.

Caso ainda fique em dúvida de como proceder, escreva para orienta.uspmulheres@usp.br


  1. Não sou mulher da comunidade USP (aluna, professora ou funcionária) e passei por uma situação de violência de gênero. Posso registrar uma denúncia por meio do Escritório USP Mulheres?

A atuação do Escritório USP Mulheres se restringe ao âmbito da USP e de sua comunidade. Caso a violação de direitos não tenha acontecido na USP ou em eventos relacionados à Universidade, entre em contato com a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, atendimento por telefone pelo número 180. O serviço é de utilidade pública gratuito e confidencial (preserva o anonimato), sendo oferecido pela Secretaria Nacional de Políticas e disponível todos os dias, 24h. Importante: se você está presenciando ou vivendo a situação de violência no momento, ligue para 190 e peça ajuda.


  1. O  Escritório USP Mulheres possui grupo de estudos?

No momento, não possuímos um grupo de estudos. O Escritório vem trabalhando na produção de estudos próprios e na compilação de estudos externos, mas esses esforços não seguem na linha convencional do que se compreende por “grupo de estudo” – com agendas de pesquisa, docentes associados, recrutamento de alunos, encontros e debates regulares. Nesse sentido, afirmamos que nosso trabalho na área – bem como os serviços de orientação –  tem se dedicado a não duplicar atividades realizadas por núcleos já existentes, mas agir de maneira a fortalecê-los e ampliá-los nas unidades.


  1. Qual a diferença entre o Escritório USP Mulheres e as Comissões de Direitos Humanos?

O Escritório USP Mulheres é um órgão assessor vinculado à Reitoria, portanto, tem por natureza a proposição de ações centrais na Universidade. As Comissões de Direitos Humanos locais são grupos criados para o enfrentamento à violação de direitos no âmbito das unidades de ensino, institutos e demais órgãos. Portanto, funcionam como porta de entrada para denúncias e acolhimento das pessoas que viveram uma situação de violência, humilhação ou discriminação no âmbito da USP. 

Entre o Escritório USP Mulheres e as Comissões de Direitos Humanos locais há a proposição de um trabalho articulado e conjunto, sobretudo para orientação específica dos casos de violência de gênero.


  1. O Escritório USP Mulheres tem um aplicativo?

O Escritório não possui um aplicativo próprio, porém, recomenda a instalação do aplicativo para celular Campus USP. Com ele você acessará algumas funcionalidades que podem aumentar sua segurança no campus, como por exemplo, contatar diretamente a Guarda Universitária,  acionar o estado de alerta e registrar ocorrências, inclusive de violência contra as mulheres. O aplicativo funciona em todos os campi, é gratuito, exclusivo para a comunidade USP e compatível com smartphones que contenham GPS, Sistema Android ou iOS.


  1. O Escritório USP Mulheres aceita voluntários?

No momento, não aceitamos voluntários. Mas o Escritório tem estudado medidas que promovam a colaboração de voluntários. Nosso trabalho é voltado para a ação institucional, de maneira a coordenar pesquisas, programas e atividades de comunicação com a comunidade interna. Porém, o Escritório considera a troca de experiências com pesquisadores e pessoas engajadas nas questões de gênero necessária e salutar. Entre em contato com a equipe do Escritório USP Mulheres e apresente a sua questão: uspmulheres@usp.br. Nós estamos abertos a ouvir você.


  1. O Escritório USP Mulheres faz parcerias com empresas e outras instituições?

O foco do Escritório é o estudo e a implantação de políticas na Universidade de São Paulo. Não há nenhuma regulamentação para o estabelecimento de parcerias extra-institucionais. Porém, o Escritório considera a troca de experiências com empresas e outras instituições necessária e salutar. Entre em contato com a equipe do Escritório USP Mulheres e apresente a sua questão: uspmulheres@usp.br. Nós estamos abertos a ouvir você.