Carta Aberta em apoio à manifestação na ESALQ

Na segunda-feira da semana passada, dia de 03 de junho, alunas e funcionárias da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) realizaram um ato para reivindicar agilidade na apuração dos casos de violência de gênero na instituição e propor ações de enfrentamento.

Em apoio a esta manifestação, o Escritório USP Mulheres enviou a carta que publicamos abaixo.

Foto Enzo Gianini – Publicada originalmente na página do Coletivo Feminista Raiz Fulô

São Paulo, 03 de Junho de 2019.

Aos estudantes, docentes, funcionários e toda a comunidade da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”,

Prezadas e prezados, o USP Mulheres apoia inteiramente a iniciativa – a qual desejamos que seja bem sucedida – e se coloca à disposição para trabalhar conjuntamente na mudança de cultura para tolerância zero à violência, ao assédio, à discriminação bem como qualquer outra forma de violação de direitos humanos.

O USP Mulheres é um escritório ligado ao Gabinete da Reitoria (portaria GR No 6766, DE 10 DE AGOSTO DE 2016), que “tem como finalidade propor e implementar iniciativas e projetos voltados à igualdade de gêneros no âmbito da Universidade de São Paulo”.

A referida portaria considera

“– que, além de suas finalidades relacionadas ao ensino, à pesquisa e à extensão de serviços à comunidade, a Universidade deve desempenhar um papel significativo na promoção do progresso social, contribuindo para a mudança de comportamentos, tais como a erradicação da violência e de todos os tipos de discriminação;

– que a igualdade de gêneros é uma questão de direitos humanos que afeta a todos, sendo que o tratamento não igualitário de gêneros é uma das violações de direitos humanos mais persistentes da atualidade;

– que a USP foi uma das dez universidades mundiais escolhidas para integrar o movimento solidário “ElesPorElas” (“HeForShe”, em inglês), desenvolvido pela UN Women, instituição da Organização das Nações Unidas dedicada a projetos na área de igualdade de gêneros e empoderamento das mulheres” Renovamos os votos de estima e consideração.

Cordialmente,

Eva Alterman Blay
Professora Emérita da FFLCH
Coordenadora do USP Mulheres

Prislaine Krodi dos Santos
Mestre em Psicologia Escolar
Psicóloga no USP Mulheres

Foto Enzo Gianini – Publicada originalmente na página do Coletivo Feminista Raiz Fulô